A Cultura Brasileira quer dar o Salto!

A vitoria de Dilma Rousseff no dia 31/10 representa a voz do povo brasileiro declarando que não admite o retrocesso e quer avançar na construção de uma sociedade mais justa, democrática e igualitária para todos os brasileiros. Quer avançar na experiência democrática e popular sem precedentes no Brasil e no mundo iniciada nos últimos 8 anos pelo governo do presidente Lula. O segmento cultural teve um papel ativo e destacado, com a presença de artistas e intelectuais consagrados ao lado de Dilma, especialmente no momento em que a oposição tentou reduzir o debate com tons de reacionarismo explícito. E a base social mobilizada em torno das políticas culturais do governo Lula nos últimos 8 anos deu o tom de emoção e encantamento que foi fundamental para garantir a vitória da campanha nas ruas, nas praças, nas favelas, no campo, nas comunidades.

 

Esta importante movimentação política e social em torno da cultura está diretamente relacionada com a política cultural do governo Lula, que possibilitou a agentes culturais de todo o país se reconhecessem enquanto uma rede nacional ativa, vibrante, poderosa e com capacidade de interferir nos destinos do país . E dentre o conjunto de programas e ações do MinC nos últimos 8 anos, os pontos de cultura e o programa cultura vivaforam as ações centrais que possibilitaram a articulação e mobilização da cultura num movimento social que se organizou em todo o país através de redes, fóruns, teias e grupos temáticos de agentes culturais que representam cerca de 8 milhões de brasileiros  dialogando cultura com educação, cidadania, tradição oral, mídias livres, economia, cultura digital. Sem dúvidas, a maior base social já articulada em torno da cultura na história deste país.

 

Este movimento nacional dos pontos de cultura, junto a outros segmentos da vida cultural brasileira, sente-se na responsabilidade política de posicionar-se diante do quadro de transição/sucessão do Ministério da Cultura. Queremos que a cultura seja tratada como um tema central para o próximo governo. Chegou a hora da cultura brasileira dar um grande salto! Neste sentido, um conjunto expressivo de agentes culturais brasileiros reunidos em torno do movimento nacional dos pontos de cultura, querem apresentar à sociedade brasileira e particularmente à nossa futura presidente Dilma Rousseff o nome de CÉLIO TURINO, cidadão brasileiro, historiador, escritor, Secretário de Cidadania Cultural do MinC por 6 anos, formulador e implementador  do programa cultura viva e dos pontos de cultura, como possível e desejável Ministro da Cultura do Brasil. Célio Turino é um militante da cultura, servidor público de carreira, foi o principal agente do estado brasileiro na implementação de uma política pública em gestão compartilhada com a sociedade civil que hoje é exemplo e referência para todo o mundo.

Entre todo um conjunto de nomes extremamente respeitáveis que figuram na sucessão ministerial, Célio Turino reúne excelentes condições para dar o tom de continuidade e avanço para o Ministério da Cultura no próximo período.

Nós, militantes culturais do Brasil, sentimo-nos no dever de apresentar o seu nome como contribuição ao debate sucessório do Ministério da Cultura.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: