Archive for março \18\UTC 2009

Livres e pelados

março 18, 2009

 

parabéns a todos!

sou grata mais uma vez pela parceria libertária de todos vocês!

 

quando passei pela praça e vi aquele exército de policiais

fiquei muuuito desanimada e triste…

mas a estratégia de dispersão foi algo sublime

maravilhoso, perfeito, animador, delirante!

e também fiquei decepcionada pela pouca quantidade de pelados

mesmo que tenhamos conquistado a liberdade

 

me espantaram os olhares esquisitos e nada respeitosos por parte de alguns meninos, que tristeza,

eu, que não sou diaba, tive que pedir que um deles parasse de me engolir com os olhos e tiras fotos no celular!

ficaria feliz em saber que a experiência serviu para naturalizar um pouco a nudez no corpo destas pessoas

mas tenho dúvidas que este avanço tenha ocorrido

 

quanto à mídia soube de assédios verbais que aconteceram igualmente no ano passado

não há resposta que vingue tamanha violência e desrespeito

mas em outros casos vi muitas pessoas prontas a responder dignamente

a melhor acusação e resposta: “vocês atrapalham o trânsito!”, “não, nós somos o trânsito!”

é básico, mas responder isto com tranquilidade para a câmera é uma arte

e fiquei particularmente satisfeita com meu ataque de água nos fotógrafos

foi uma estratégia que deu muito certo,

agora só tenho que desenvolver um sistema automático de carregamento da arma

 

avançando na naturalização do movimento

que todos continuem assim lindos, firmes e fortes!

 

todas as informações aqui

G1

a moça sem roupa derrubou o fotógrafo

 

 


Gilberto Kassab apóia PEDALADA PELADA

março 10, 2009

Reunidas em entrevista coletiva na manhã de hoje na sede da Fecomercio (Federação do  Comércio do Estado de São Paulo), autoridades ressaltaram a importância da Pedalada Pelada de São Paulo para acidade.Com um retorno financeiro de cerca de 8 milhões de reais, a Pedalada Pelada é vista como um importante ato de reconhecimento da bicicleta como meio de transporte ecológico e sustentável. Foi divulgado também durante a entrevista o resultado do estudo sobre poluição realizado pelo Laboratório de Poluição Atmosférica da Faculdade de Medicina da USP, onde ficou comprovado que a poluição gerada pelos carros quadruplica o risco de morte. O presidente da CET Alexandre de Moraes ressaltou estudo realizado para sondar pontos com aceitação de bicicletas e a criação pela CET de um selo que identifique estabelecimentos comerciais “bike-friendly”.

O prefeito Paulistano, Gilberto Kassab, ressaltou que a Pedalada Pelada tem tudo para vir a ser, ao lado do Grande Prêmio de Fórmula 1, da Parada do Orgulho GLBT, do Carnaval e da Virada Cultural, um dos mais importantes eventos realizados na cidade. “É um evento que vai fortalecer a economia e trará receita para a cidade, apontou. O prefeito lembrou ainda que São Paulo é uma cidade agregadora, que acolhe pessoas de diferentes raças, religiões e orientações sexuais. “São Paulo nunca abraçou o preconceito.”

Para Kassab, a Pedalada Pelada é um momento de demonstrar essa receptividade paulistana e exteriorizar o perfil acolhedor da capital paulista. Ele disse ainda que a prefeitura se sente feliz em participar da iniciativa e espera divulgar números positivos no balanço final do evento.

Classificando São Paulo como “a cidade de todas as paixões, religiões e diferenças“, Paulo Luiz de Carvalho, da São Paulo Turismo, lembrou que o setor do turismo de São Paulo vive seu melhor momento e atribuiu esse sucesso em parte à boa atuação da Polícia Militar em eventos de grande porte e à infra-estrutura da cidade.

O Prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, disse que a Pedalada Pelada de São Paulo, naquilo que depender dele, será acada ano mais expressiva, como a que acontece em Londres anualmente e reúne mais de 18mil ciclistas.

“Se tivermos oportunidade de continuar à frente da cidade de São Paulo, faremos com que a cada ano a Pedalada Pelada de São Paulo seja mais expressiva“, disse. “A Pedalada Pelada reflete a construção de uma nova ordem mundial de transporte sustentável que é prioridade para São Paulo“, completou.

 

A Pedalada Pelada é evento mundial chamado World Naked Bike Ride e que acontece em  Março, Sábado dia 14 a partir das 12h na Av. Paulista.


Fonte: G10

conhecer para respeitar…

março 2, 2009

encaminhando:

Em 2006 a greve de professores e professoras na capital Estado de Oaxaca, México, foi fortemente reprimida pelo Estado, o povo em solidariedade aos seus professores e suas professoras aderiram a paralisação e também foi fortemente reprimidos e suas exigências negadas pelo Estado. A violência sofrida desse momento com todos anos e séculos resultou na resposta do levante popular pacifico e tombaram a revolução! quando nos dias de hoje constantamente nos desacreditam ser possivel. Todos as instituições governamentais foram fechadas e substituidas na forma da democracia direta, através da Assembléia Popular dos Povos de Oaxaca (APPO).

Como toda rebeldia tem seu preço, o Governo mentiroso e criminoso do México responde com violência. Várias pessoas já foram assassinadas e tantas outras presas. A perseguição é dura. Hoje a APPO busca seu
reconhecimento junto ha outras institucionais (governamentais e nao-governamentais), para o reconhecimento de sua autonomia politica e econômica em relação ao Governo atual.

Recebi recentemente uma mensagem de um camarada, Diogo, mandando noticias do processo revolucionário em Oaxaca e pedido envio mensagens de solidariedade a APPO. É importante esse nosso axé para apoiar a luta de outros povos

banto

——————————————————————-

Oaxaca está vivendo um período de grande repressão aos movimentos
sociais. Parte dessa repressão vimos através dos acontecimentos contra o
nosso amigo Rubén. Que acompanhamos através do editorial:
http://www.midiaindependente.org/pt/red/2009/01/437685.shtml

No sábado, conversei com o Rubén e ele disse que está melhorando e que,
a pior parte da agressão é perder um pouco da liberdade. Hoje, ele já
não pode mais caminhar sozinho por Oaxaca. No entanto, ele estava
contente que o fato não passou desapercebido por causa da repercussão
internacional. Até a anistia internacional escreveu a favor deles.
http://www.narconews.com/Issue55/articulo3367.html

No entanto, sabemos que a repressão só irá acabar frente a ampliação do processo de mudança. Para isso, temos que ampliar nossa comunicação e mostrar quão digna é nossa raiva, devemos saber que não estamos sozinhos e criar nossos mecanismos de defesa. Sem esquecer, principalmente dos “não-ativistas”.

Para isso, Rubén pediu, ao CMI e aos demais coletivos, que mandem suas
saudações a assembléia da APPO, que ocorrerá no final de fevereiro. A
saudação será lida na assembléia e dará força aos dignos companheir@s
mexican@s em resistência.

Aos que conhecem o Rúben, encaminhe diretamente as saudações para ele.
Aos que não conhecem, por favor mande para mim e eu as encaminharei.

——————————————————————-

o email do diogo é diogo@riseup.net

mais informações sobre o processo revolucionário em Oaxaca em:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Asamblea_Popular_de_los_Pueblos_de_Oaxaca
http://www.asambleapopulardeoaxaca.com
http://oaxacalibre.org/oaxlibre/index.php
http://www.nodo50.org/insurgentes/textos/zapatismo/lacandona4.htm

“A flor da palavra não morrerá. Poderá morrer o rosto oculto de
quem hoje a nomeia, mas a palavra que veio desde o fundo da história
e da terra já não poderá ser arrancada pela soberba do poder.”

trecho da Quarta Declaração da Selva Lacandona, escrito pelo Comitê
Clandestino Revolucionário Indígena – Comando Geral do Exercito
Zapatista de Libertação Nacional -EZLN (México)

1º de janeiro de 1996